Início > Glee, Séries, TV > Glee – The Sue Sylvester Bowl/Silly Love Songs[02×11 & 02×12]

Glee – The Sue Sylvester Bowl/Silly Love Songs[02×11 & 02×12]

Para um episódio pós-Super Bowl, badaladíssimo e ainda voltando do hiato, Glee decepcionou, e bastante.

Ou será que estou me cansando de Glee? Será? Só sei que a única coisa realmente divertida foi a garotas entrarem para o time de futebol e se jogarem no chão.

A frase da Brittany com referência à One Tree Hill – uma das minhas séries favoritas -, foi boa, porém como eu já tinha lido milhões de pessoas falando sobre, acabou com a surpresa.

Sue Sylvester e o tédio divertiram até um certo ponto, porque depois tudo se tornou muito exagerado. Apesar de eu ter achado a ideia do canhão divertida. Porém, agora ela virá mais furiosa do que nunca contra o Glee Club, já que levaram suas estrelas e seu dinheiro.

A rivalidade entre o time de futebol e o Glee Club se intensificou e exigiu uma interferência dos professores. A ideia de juntá-los até que rendeu bem, principalmente por conta de Dave Karofsky que, em conflito só piorou a situação de todos.

Outra rivalidade latente e que deve explodir já no próximo episódio é entre Finn e Sam, ainda mais agora que Quinn resolveu beijar o ex.

Quanto a Kurt, ele mal apareceu, mas o número de Bills, Bills, Bills foi ótimo.

Silly Love Songs

Após o episódio de Super Bowl, que francamente, eu não gostei, tivemos esse para ilustrar o Dia dos Namorados dos norte-americanos. Portanto, hormônios em ebulição pois todo mundo está querendo se apaixonar.

Não foi um episódio ruim, mas após uma primeira temporada onde todo mundo ficou com todo mundo, as traições que ocorrem a essa altura já não são tão impactantes como costumavam ser.

Quinn traindo novamente, nada de novo. Esse súbito interesse por Finn novamente é estranho, mas os dois até que formam um casal legal, apesar de eu ter achado tudo uma bobeira. A traição de Quinn serviu pra gente ver o quanto Santana pode ser bitch. Afinal, não é qualquer que pega mononucleose de propósito só pra expor um casal. Ainda sobre esse assunto, foi divertido ver Finn todo se achando por ter ganho o campeonato.

Para Santana resta a possibilidade de um romance com Sam.

Gostei bastante da interação entre Kurt, Mercedes e Rachel, os três no quarto chegando à conclusão de que seus ídolos se tornaram famosos solteiros, foi divertido e trouxe um momento de cumplicidade entre os três.

Se falarmos em Kurt temos que falar de Blaine. E a situação ridícula que ele passou, ao fazer uma nada singela serenata no meio da loja onde o cara que ele está afim trabalha. Precisa dizer o que aconteceu? Não né? Já que ele acabou passando a data sozinho.

Quem se destacou foi Lauren Zizes, que baixou a bola de Puck e com isso fez o cara gamar nela. Por mais clichê que a situação dos dois seja, foi divertido como se desenrolou.

Os números musicais ficaram devendo um pouquinho, mas eu gostei bastante de Firework.

Categorias:Glee, Séries, TV Tags:, ,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: