Início > Glee, Séries, TV > Glee – Showmance[01×02]

Glee – Showmance[01×02]

glee - showmance

Talvez Glee seja a minha série preferida entre as estréias de um bom tempo pra cá, mas não é por isso que não tenho medo de escrever de que ela ousa, e isso pode ser perigoso.

Durante esses quatro meses de espera, tudo na série foi enaltecido. Uma das coisas que havia chamado atenção no piloto, foram os estereótipos e a forma que eles utilizavam isso, no primeiro episódio foi bem, já nesse em alguns momentos me incomodou.

O elenco é bom, os números musicais também, e alguns diálogos são excelentes, mas o triângulo amoroso, entre Will, a esposa e Emma, beirou o ridículo, principalmente por Emma (Jayma Mays) que estava muito exagerada – tudo bem que a cena dela chorando no carro ao som de “All By Myself” foi ótima – mas de resto, principalmente com a exploração da excessiva mania de limpeza dela foi chata.

glee - showmance

Nesse segundo episódio, o Glee Club, tem que preparar uma apresentação para conseguir mais seis pessoas e assim se inscrever nas competições, enquanto Will (Matthew Morrison) queria que eles cantassem uma música “disco”(Freak Out), os alunos queriam cantar algo mais contemporâneo, e confesso que eles cantando “Goldigger” do Kanye West foi muito bom.

A partir daí temos a personagem da Lea Michele (Rachel), tomando as rédeas do grupo e da série, por trás de Will ensaiar toda uma coreografia com uma música que falasse sobre o que os jovens querem ouvir, sexo! Porém, antes disso temos ela tentando se aproximar de Finn , entrando no clube do Celibato. Interessante perceber como a personagem foge das protagonistas comuns, e românticas, ela até é romântica, mas não fica cheia de frescura quando o assunto é sexo, já que ela foi direta no clube, e também quando aproveitou que estava sozinha com Finn para logo perguntar se ele queria beijá-la. E o que foi eles se beijando e ele saindo correndo depois, difícil de explicar, mas que foi cômico foi!

glee - showmance

Jane Lynch também estava bem no episódio como a grande carrasca da série, que inclusive após a apresentação do grupo, que conseguiu animar o restante da escola, resolve infiltrar espiãs, lideradas por Quinn, que também tem a intenção de continuar com Finn e acabar com Rachel.

Falando um pouco dos diálogos, morri de rir com a mulher do Will, falando do quarto do suposto bebê, quem prestou atenção no folheto da Rachel, viu que na foto do Robin Thicke, tinha uma setinha e o nome dele (zoaram legal o cara).

As músicas me animaram e algumas atuações também, mas o que disse no inicio repito aqui, a ousadia da série pode atrapalhar já que usa alguns estereótipos e clichês que se repetidos muito, irão afastar audiência.

Se você quiser ler o review do episódio piloto exibido em maio, basta clicar aqui

Categorias:Glee, Séries, TV Tags:,
  1. 12/09/2009 às 7:31 pm

    Olha cara, acho q talvez seja o proprio uso excessivo de esteriótipos q faz essa série ter essa identidade única, já q eles ficam fazendo sátiras com isso a torto e a direito.

    Mas amei as musicas desse episódio ( já baixei e não canso de ouvir ) , principalmente Take a Bow. A série promete ser uma boa saída cômica para os próximos meses!!

    Abraços!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: